Incidência

incidência das anomalias uterinas não é bem conhecida, contudo as histerossalpingografias realizadas em pacientes inférteis demonstraram que essas alterações podem ocorrer numa incidência de 0,5 A 1 %
As anomalias uterinas são responsáveis por 15% das perdas gestacionais do segundo trimestre e também estão associdas com apresentação fetal anormal, descolamento prematuro de placenta e retardo de crescimento intra-uterino.

Diagnóstico

HISTEROSSALPINGOGRAFIA
ULTRA-SONOGRAFIA:
- US BIDIMENSIONAL (2D) MOSTRA ÚTERO BICORNO COM DIÂMETRO TRANSVERSAL AUMENTADO DE LOBULADO.

Classificação

CLASSIFICAÇÃO DAS MÁS FORMAÇÕES UTERINAS DE ACORDO COM O DESENVOLVIMENTO DOS CONDUTOS DE MULLER:

I- PARALIZAÇÃO NO DESENV. DOS CONDUTOS DE MULLER.
1- APLASIA UTERINA
2-ÚTERO UNICORNO UNICOLLIS

II-FALTA DA FUSÃO DOS CONDUTOS DE MULLER
1- ÚTERO BICORNO BICOLLES: FUSÃO PARCIAL
(1 VAGINA-2 COLOS-2 CORPOS)
2- ÚTERO BICORNO UNICOLLIS: FUSÃO PARCIAL
(1 VAGINA-1 COLO-2 CORPOS)
3-ÚTERO ARCUADO: FUSÃO QUASE COMPLETA

III-REABSORÇÃO INCOMPLETA DO SEPTO VAGINAL
1-ÚTERO SEPTO 2- ÚTERO SUB-SEPTO.

Anomalias uterinas Mais comuns

- ÚTERO ARCUADO
- ÚTERO BICORNO UNICOLLIS (1 VAGINA -1 COLO - 2 CORPOS)
- ÚTERO UNICORNO (DESENVOLVIMENTO UNILATERAL)

Patologias Associadas

ESTERELIDADE / ABORTAMENTO/ AGENESIA RENAL UNILATERAL

ultrassonografia

US Transvaginal 3D:

ultrassonografia transvaginal 3d

Útero bicorno:

ultrassom Útero bicorno

ultrassonografia Útero bicorno

exame ultrassonografico Útero bicorno

Útero bicorno + Gestação:

ultrassonografia utero bicorno gestacao

ultrassom utero bicorno gestacao

exame ultrassonografico utero bicorno gestacao